Marketing para Advogados

O marketing tem um papel essencial para o sucesso de qualquer negócio, até mesmo no segmento jurídico, que é um segmento com muitas limitações.

“Marketing é a ciência e a arte de explorar, criar e entregar valor para satisfazer as necessidades de um mercado-alvo com lucro. O marketing identifica necessidades e desejos não atendidos. Ele define, dimensiona e quantifica o tamanho do mercado identificado e do lucro potencial. Ele aponta quais segmentos a companhia é capaz de servir melhor e desenvolve e divulga os produtos e serviços apropriados”.  Philip Kotler

O marketing jurídico é o conjunto de atividades que visa entender e atender às necessidades do cliente, sem ferir o Código de Ética e Disciplina da OAB.  Desta forma, através da implantação das atividades de marketing, escritórios de advocacia e advogados vão atrair o público-alvo, através de conteúdos que sejam informativos e esclarecedores. Os conteúdos precisam dar luz aos problemas dos clientes e potenciais clientes.

A prática do marketing jurídico precede de planejamento e estratégia. Para atingir resultados mais efetivos, as ações de marketing devem estar sempre alinhadas aos objetivos do escritório.

Aliás esse é um problema muito comum no mercado jurídico. Muitos escritórios não tem um objetivo claro, não possuem foco e não são especialistas em nada. Nesse caso, quando o escritório não tem um objetivo claro, dificilmente um projeto de marketing trará algum resultado.

Além do mais, quando não existe uma estratégia por trás do marketing, os escritórios de advocacia acabam fazendo mais do mesmo e seguindo o que outros escritórios fazem, o famoso efeito Manada. É preciso fazer um trabalho de dentro para fora para  elaborar uma estratégia única, que trará bons resultados desde que bem executada.

Marketing de Conteúdo para Advogados

No segmento jurídico é vedada a captação de clientes de forma direta, por isso o marketing de conteúdo é o mais indicado no segmento para conquistar clientes.

Nesse caso, o objetivo é tornar o advogado/escritório referência em determinado assunto, através da produção e divulgação de conteúdo de qualidade e relevância. Com esse trabalho,  a autoridade é construída e assim vem de forma natural o reconhecimento do mercado.

Além de tudo, o marketing de conteúdo,  não fere o Código de Ética e Disciplina da OAB e pode gerar ótimos resultados.

Essa estratégia é bastante utilizada, tanto para conquistar, quanto para fidelizar clientes.

O Advogado pode criar conteúdos relevantes e com isso atrair atenção do seu público-alvo, ganhar autoridade no assunto e desta forma, gerar oportunidades de negócios.

O foco é sempre produzir conteúdo de caráter informativo e não um material publicitário. Isso pode ser feito por meio de artigos,  posts, podcast, vídeos e outros formatos.

Por que fazer marketing jurídico?

O marketing jurídico é a estratégia ideal para criar uma boa reputação e autoridade no mercado e certamente resultará em mais clientes.

Implementar estratégias de marketing jurídico permite que você aumente o seu alcance e conquiste o público, que realmente está interessado no seu serviço. Ou seja, o marketing vai aproximar o seu escritório do cliente ideal.

Marketing Digital Jurídico

Muitos escritórios de advocacia ainda dependem somente de indicações para captar clientes, porém para atingir melhores resultados e também se perpetuar no mercado é essencial aderir também a estratégias digitais para captar clientes.

Nos últimos anos, as relações de consumo mudaram de forma significativa devido ao aumento do número de pessoas que acessam a internet e também as redes sociais.

Vivemos em uma sociedade cada vez mais digital. E essa digitalização tem transformado a dinâmica do mercado.

Cada vez mais pessoas realizam pesquisas e buscam produtos e serviços, através da internet. O comportamento das pessoas na hora de se relacionar com as marcas é outro.

O consumidor atual tem mais acesso a informação quando vai buscar por um produto ou serviço e a internet é cada vez mais utilizada para o consumidor reunir essas informações e tomar uma decisão.

Vejamos alguns dados que confirmam essas mudanças:

  • Três em cada quatro brasileiros acessam a internet, o que equivale a 134 milhões de pessoas. As informações são da pesquisa TIC Domicílios 2019, mais importante levantamento sobre acesso a tecnologias da informação e comunicação, realizada pelo Centro Regional para o Desenvolvimento de Estudos sobre a Sociedade da Informação (Cetic.br), vinculado ao Comitê Gestor da Internet no Brasil.
  • Em 2011 as Nações Unidas declararam o “acesso a internet” um direito humano fundamental.
  • Os membros mais velhos da geração conhecida como Baby Boomer chegaram aos 65 anos em 2011. O que significa que as gerações mais novas (X, Y e Z), que são mais adeptas a novas tecnologias, já estão em posições de tomada de decisão nas empresas.
  • Segundo o Internet Live Stats, o Google processa mais de 3,5 bilhões de pesquisas por dia, totalizando 1,2 trilhão de pesquisas por ano em todo o mundo.

Deste modo, surge a necessidade de ter uma estratégia de marketing que considere o cenário atual e esse novo perfil de consumidor. Por isso marketing digital jurídico deve estar presente na estratégia do seu negócio.

O que pode ser feito no Marketing Digital Jurídico?

  • Ter um site

  • Manter páginas em redes sociais e realizar postagens;

  • Links patrocinados com anúncios meramente informativos (Consultar o que é permitido em cada Estado);

  • Veiculação em espaços para publicidade de Advogados ou Escritórios de Advocacia em página de revista jurídica na Internet;

  • Participação do advogado em revistas jurídicas na Internet;

  • Participação em página de cadastro de profissionais jurídicos na Internet;

  • É considerada “apenas informativa” e moderada reportagem jornalística informando sobre a participação de advogados em seminário jurídico;

  • A publicidade deve se dar por “veículos especializados”, sendo “vedado o anúncio de escritório de advocacia em revista não jurídica”;

  • É permitido mencionar a especialidade do escritório ou advogado em anúncio;

  • O uso de fotografias nas home pages, mas estas devem ser compatíveis com a “sobriedade da advocacia”;

  • Comparecer a eventos que premiem o advogado pelo seu trabalho e o noticiário do prêmio é considerado uma conseqüência lógica do evento;

  • Divulgação de eventos nos quais o advogado irá participar como palestrante.

Conheça alguns Benefícios do Marketing Digital Jurídico:

Melhores Práticas de Marketing Digital Jurídico

A Agência LCP é especializada em marketing jurídico e segue as melhores práticas de marketing digital do mercado, além de ser certificada pelo Google.

Principais Serviços:

FALE COM A GENTE!

Contato

São Paulo

Como podemos te ajudar?